O Brasil tomou o lugar da Argentina

A TV americana CNBC disse que a vitória de Mauricio Macri na Argentina “pode estremecer outros governos esquerdistas da América Latina, como o da Venezuela ou do Brasil, que também enfrentam o fim do boom das commodities e acusações de má gestão da economia”.

Só sobrou Dilma Rousseff do lado de Nicolás Maduro.

Faça o primeiro comentário