Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Após ameaça de Braga Netto, Lira diz que eleição terá 'voto popular, secreto e soberano'

Sem citar diretamente o episódio, o presidente da Câmara minimizou o que teria dito o ministro da Defesa segundo o Estadão
Após ameaça de Braga Netto, Lira diz que eleição terá voto popular, secreto e soberano
Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Arthur Lira, se manifestou há pouco sobre a informação divulgada pelo Estadão a respeito da ameaça do ministro da Defesa, Walter Braga Netto, em relação a 2022. Segundo o jornal, o general disse a Lira que, sem voto impresso, o pleito será anulado.

No Twitter, Lira afirmou, sem mencionar diretamente o episódio, que os brasileiros vão escolher seus representantes através “do voto popular, secreto e soberano”.

A despeito do que sai ou não na imprensa, o fato é: o brasileiro quer vacina, quer trabalho e vai julgar seus representantes em outubro do ano que através do voto popular, secreto e soberano. As últimas decisões do governo foram pelo reconhecimento da política e da articulação como único meio de fazer o País avançar.”

Durante a inauguração de uma antena do governo federal, Braga Netto negou que tenha feito a ameaça.

Mais notícias
TOPO