O caixa 1 virou travesti

Benedicto Júnior, um dos delatores da Odebrecht, confirmou ao TSE que a empreiteira usava a Cervejaria Itaipava, do Grupo Petrópolis, para disfarçar a propina que irrigou campanhas eleitorais em 2014.

Segundo a Folha, BJ chamou o esquema de “caixa 1 travestido”.

Freud não explica, mas a Lava Jato, si.