O caixa clandestino de Lula

O papel de caixa clandestino da campanha de Dilma Rousseff, em 2014, foi exercido por Guido Mantega, de acordo com a proposta de delação de João Santana.

Até 2011, porém, quem se ocupava da arrecadação de dinheiro sujo para o PT era Antonio Palocci.

Ele cuidou da propina que bancou a campanha de Lula, em 2006, e de Dilma Rousseff, em 2010, com a ajuda de Juscelino Dourado.

Faça o primeiro comentário