O caminho da cassação

Além de documentos que comprovam o uso de propina do petrolão em campanhas eleitorais, Sérgio Moro deu o caminho para o TSE cassar o mandato de Dilma e Temer. Para isso, o juiz federal sugeriu à Corregedoria-Geral Eleitoral que seis delatores da Lava Jato sejam ouvidos pelo tribunal.

Leiam o trecho do ofício publicado por Veja:

“Saliento que os criminosos colaboradores Alberto Youssef, Paulo Roberto Costa, Pedro José Barusco Filho, Augusto Ribeiro de Mendonça Neto, Milton Pascowitch e Ricardo Ribeiro Pessoa declararam que parte dos recursos acertados no esquema criminoso da Petrobras era destinada a doações eleitorais registradas e não-registradas. Como os depoimentos abrangem diversos assuntos, seria talvez oportuno que fossem ouvidos diretamente pelo Tribunal Superior Eleitoral a fim de verificar se têm informações pertinentes.”

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200