ACESSE

O caminho do dinheiro para a sede do Instituto Lula

Telegram

Como noticiamos mais cedo, a força-tarefa da Lava Jato em Curitiba anexou ao processo contra Lula documentos sigilosos que mostram os pagamentos no exterior para a compra do prédio do Instituto.

O Antagonista também teve acesso ao conjunto de provas, como extratos de movimentação bancária, ordens de pagamento do sistema Drousys e emails.

Os investigadores chegaram à conclusão de que o montante foi divido em três remessas, pagas em dezenas de transferências da offshore Innovation Research, da Odebrecht, para a Beluga Holdings, em nome de laranjas.

O dinheiro, como já revelamos, saiu do setor de operações estruturadas, o departamento de propina da empreiteira.

 

Será que os militares conseguirão moderar o que acontece dentro Planalto? LEIA AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 22 comentários