O campo azul

Os candidatos governistas atacam o “populismo”, procurando atrair os eleitores que rejeitam Lula e Jair Bolsonaro.

Segundo Andreza Matais, “o grupo político de Henrique Meirelles identificou, em pesquisas, que o chamado campo azul, que reúne antipetistas e anti-Bolsonaro, considera ambos radicais e populistas”.

O campo azul de Henrique Meirelles, por enquanto, tem 1%.

 

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. DO PETRALHETE BURRO, O BIOBICHINHA
    LUCAS SILVA
    MICRO PINTO,
    CABECINHA CHEIA DE COCÔ,
    BURRO DE DAR DÓ,
    IMBECIL VARONIL,
    MAMADOR DE PINTO GRANDE,
    ADORA DAR O CU PETRALHA,
    ARREGAÇADO,
    FEDORENTO E
    IMUNDO💩💩

Ler mais 30 comentários
  1. DO PETRALHETE BURRO, O BIOBICHINHA
    LUCAS SILVA
    MICRO PINTO,
    CABECINHA CHEIA DE COCÔ,
    BURRO DE DAR DÓ,
    IMBECIL VARONIL,
    MAMADOR DE PINTO GRANDE,
    ADORA DAR O CU PETRALHA,
    ARREGAÇADO,
    FEDORENTO E
    IMUNDO💩💩

  2. Esses tais 1%, no qual eu me incluo, certamente é por que ainda não caiu na cabeça do brasileiro que graças ao trabalho de Meirelles o país saiu do abismo econômico. A questão é que o Brasil insiste em derrapar no abismo ético: tramoias políticas corroeram o ímpeto de ajustes mais profundos. Meirelles tem capacidade de sobra para reverter questões como essa se for presidente, é isso que precisa entrar na caixola do eleitor.

    1. Essa análise é o que os especialistas vendem para as pessoas, Meireles não fez praticamente nada, o rombo anual ou deficit do orçamento continua nos mesmos patamares da era Dilma, 150 bi por ano, o que tem mantido a arrecadação e superavit nas exortações é o agronegocio igual o primeiro mandato de Lula, além da perda do poder de compra no exterior pelo real desvalorizado, a inflação caiu pelo grande número de desempregados e endividados o que gerou estagnação economica, os juros caíram pela falta de inflação provocada pela mesma estagnação, não fez corte quase nenhum das despesas do governo, pregam que se a reforma da previdência não passar o país não vai ter que cortar na saúde e ao mesmo tempo anunciam 160 mil vagas para concurso, não vi Meireles fazer nada de mais.

    2. Ahhh te catar com essa conversa fiada. O cara é friboi.. é o mesmo que ajudou a petelandia a destruir o Brasil e vc com essa conversa de “gracas ao Meireles”. ahh vaaaaaaa

  3. Exatamente, é impressionante pessoas opinarem sobre algo que nem sabem o que se trata. Como você disse a desinformação é grande, pessoas que ouvem mas não tem o necessário que é o minimo de conhecimento. São papagaios simplesmente.

  4. 💩CU disse: 2 de janeiro de 2018 às 11:22
    DO PETRALHETE BURRO, O BIOBICHINHA
    LUCAS SILVA
    MICRO PINTO,
    CABECINHA CHEIA DE COCÔ,
    BURRO DE DAR DÓ,
    IMBECIL VARONIL,
    MAMADOR DE PINTO GRANDE,
    ARREGAÇADO,
    FEDORENTO E
    IMUNDO💩💩

  5. Quem é Andreza Matais? Quem paga seu salário? Acha que uma fake news engana quem? O Antagonista e tantos que repetem uma fake news vai tornar a informação (“Bolsonaro populista e radical”) verdadeira?
    #BolsonaroNoPrimeiroTurno #BolsoMito #SorosEstuprado? #EraUmaVezMarinho

  6. Para esmagar Bolsonaro é simples.
    Os partidos devem se unir e tirar esse tirano oportunista do jogo com um candidato de consenso moderado.
    Bolsonaro é tão desprezível que tocar em assuntos impopulares não é de primeira questão. Agora os mínions querem atrair o Amoedo? Esse fala o que tem ser falado, né? Se o povão não gostar não foi o Bozo. Estratégia típica de populistas.
    Bolsonaro é oportunista. Torcendo aqui para ser esmagado esse ano.

    1. Não sei onde há populismo no discurso do Bolsonaro, muito pelo contrario, ele diz alto e bom som, quem não concorda com sua ideias vote em outro. Quero ver estes outros candidatos ter coragem de falar isso em publico. Então, essa conversa de populismo não cola. diga outras

  7. Queria saber qual o populismo do Bolsonaro? Um candidato que propõe algo parecido com o que a Margaret Thatcher fez no Reino Unido não tem nada de populista, já o governo Temer com o Henrique Meireles fazer programa de governo usando a Caixa para emprestar dinheiro a qualquer um no estilo minha casa melhor a fundo perdido não é populismo da pior espécie? A desinformação é grande de mais por parte da imprensa e o pior, totalmente fake. Bolsonaro 2018

  8. Não passam de um monte de candidatos sem visão futura. Eu sou contra radicalismo de esquerda e direita, mas antes do populismo, eu combato a corrupção, independentemente do partido de onde venha : PT, MDB ou PSDB. Se continuarmos a votar nesses partidos e seus candidatos, teremos o mesmo resultado dos anos anteriores : Corrupção e impunidade. Já estamos em 2018 e as redes sociais já estão prontas para as eleições. As propagandas políticas terão pouco efeito sobre a opinião do povo, pois propaganda de lad.rão não passa de enganação. Todos já cansamos de vocês políticos.

  9. Populismo, inépcia e corrupção são os grandes males dos políticos latino-americanos. Tais atributos são os responsáveis pelas crises que assolaram a Argentina, Brasil e Venezuela.

  10. Não entendi muito bem isso. Campo Azul? Como? Se o PMDB, PP,PSDB, DEM e esses outros partidecos atuaram como auxiliares do PT, inclusive com apelidos na lista da propina? Só há dois tipos de eleitores, os vermelhos e os verde-amarelos.

  11. As pesquisas mentem , óbvio… Mas , há uma coerência qdo se classifica como “extremistas” as posições dos líderes : – lula Extremamente CORRUPTO x Bolsonaro Extremamente HONESTO !! Se populismo for a identificação do povo com a Necessidade de Uma ONDA DE HONESTIDADE na Política ; talvez o antagonista tenha razão…

  12. TEMO MUITO A CANDIDATURA DE MEIRELLES…ACREDITO QUE ELE POSSA IR PARA O SEGUNDO TURNO COM BOBOLIVAR LAMURIENTO, CANDIDATO CONHECIDDISMO POR SINAL DO PSDB !
    AMBOS SAO TAOOOOO FAMOSOS E JA FIZERAM TAAAANTOOO PELO PAÍS .

    1. Não seja enganado, Amoedo é candidato do mainstream, NOVO é puxadinho do PSDB igual a REDE é do PT, o principal economista do partido é o Gustavo Franco, PSDB raiz.
      A jogada é Amoedo tirar votos dos liberais, o Huck tirar votos populares, tirar esses votos do Bolsonaro e tirar ele do segundo turno para Alkmin ganhar, simples assim.

    2. Infelizmente não é a realidade, o NOVO é um puxadinho do PSDB assim como a REDE é do PT, o principal pensador das políticas do NOVO é o Gustavo Franco, o responsável pelo estelionato eleitoral do FHC na reeleição de 1998, segurou o juros altíssimo e o dólar baixo até FHC ganhar.
      O esquema do mainstream com João Amoedo é o seguinte, ele tira votos liberais do Bolsonaro, Huck tira votos do povão, o voto popular, Bolsonaro sai do segundo turno e Alkmin, provável candidato do PSDB vira presidente para manter tudo como sempre foi, desse mainstream fazem parte também PT e partidos de esquerda, o medo que tem do Bolsonaro como outsider é ele cortar os esquemões que PT e PSDB comandam no Brasil a 20 anos.
      Amoedo é mais um anti Bolsonaro criado por essa gente.

    3. O problema é que tanto ele como vários candidatos a prefeito em 2016 se mostraram flexíveis com agendas morais, culturais, geopolíticas, educacionais, religiosas, econômico-diplomáticas, e não deram nenhuma ideia de como pensam acerca das contra revoluções necessárias contra a esquerda que ganha poder através de marxismo, gramscismo, leninismo, e globalismo. Vide a candidata no RJ. Bolsonaro é conservador convicto. Um conservador simpático a 90% das ideias liberais na economia (livre mercado, máquina pública e estado mínimos) mas que tem as suas ressalvas estratégicas, como diriam Enéas e Olavo de Carvalho:

      “Liberalismo por Olavo de Carvalho” https://youtu.be/i4TG-8v8dAw

      Dr. Enéas – Neoliberalismo para os Subdesenvolvidos – 1994 – https://www.youtube.com/watch?v=yVa5wTXtfNM

  13. Artigo define “populismo”:

    midiasemmascara.org/artigos/sobre-populismo-e-bolsonaro/

    twitter.com/sensoinc/status/926600807067332608 -> “… subestimado a candidatura de Bolsonaro apoiam-se em uma série de pressupostos equivocados como, por exemplo, a idéia de que (1) a preocupação prioritária do eleitorado brasileiro é com a economia; (2) o eleitor brasileiro tende a escolher candidatos moderados; (3) as declarações de Bolsonaro incomodam o brasileiro médio tanto quanto incomodam o próprio establishment; (4) candidatos de centro e centro-esquerda são alternativas viáveis à candidatura Bolsonaro; e (5) Bolsonaro não será capaz de montar uma campanha organizada e eficiente.”

    Bolsonaro fala de economia e detona Meirelles (ex-ministro de Lula e de Dilma)
    https://youtu.be/nP1jIbJG5_I