O carnaval de Dirceu não tem fim

Enquanto os embargos declaratórios de Lula serão julgados ainda neste mês, os embargos infringentes de José Dirceu continuam na mesa da desembargadora Claudia Cristofani.

Sem data para julgamento na 4ª seção do TRF-4, formada pelas turmas criminais 7ª e 8ª, ele continua livre.

E sambando.

Comentários

  • Fernando -

    Saiu a decisão sobre os embargos manteve a condenação de JOSÉ DIRCEU DE OLIVEIRA E SILVA pelos delitos de corrupção passiva (05 vezes), lavagem de ativos (08 vezes) e pertinência à organização criminosa. Ainda, manteve a pena-base estabelecida na sentença, em razão da existência de maus antecedentes e, quanto ao delito do art. 317, § 1º, do Código Penal, aplicou a continuidade entre três condutas similares no tempo e o concurso material entre estas e os outros dois contratos remanescentes. Preservada, também, a reparação do dano como condição para a progressão de regime aos réus condenados por corrupção ativa e passiva. Por fim, determinou que execução da pena terá início assim que exaurida a segunda instância, não se devendo aguardar o trâmite de eventuais recursos especiais e extraordiná

  • 3pinos -

    esse deu sorte de cair nas mãos de cumpanheiros .........

  • Eduardo -

    Perdão, Antagonistas, mas José Dirceu não está em prisão domiciliar, com tornozeleira? Isto é “estar livre”? E noto que não há nenhuma das menções costumeiras a Gilmar Mendes aqui. Será á que é bronca pelo fato dele ter metido um processo em cima do Dantas por aquela “brincadeirinha” de Natal com a divulgação do seu telefone?

Ler 41 comentários