ACESSE

O celular atômico

Telegram

A Crusoé publica uma reportagem sobre a heterodoxa operação de bastidores para evitar que PF e MPF tivessem acesso às mensagens do telefone de Francisco de Assis, o poderoso executivo da JBS que cuidava dos interesses do grupo no Judiciário.

Ele mantinha relacionamento com magistrados de diferentes instâncias, inclusive de tribunais superiores. Gozava de bom trânsito, por exemplo, com o círculo mais próximo do ministro Gilmar Mendes, do STF. Uma de suas interlocutoras diletas na capital era Dalide Corrêa, espécie de faz-tudo de Gilmar que acabou afastada do entorno do ministro justamente após a JBS cair em desgraça.

Leia a reportagem completa aqui.

A próxima fronteira da Lava Jato: o Judiciário. Confira aqui

Comentários

  • Marius -

    "O Celular Atômico". Gostei!! Mais uma capa inteligente e bem bolada da revista Crusoé (edição de 22.03.19) chamando a atenção para a reportagem principal.

  • Martins -

    Aí está a prova do conluio de ministros do $TF com BANDIDOS.

  • Jorge -

    O comportamento do Gilmar Mendes, sempre solícito para dar proteção a criminosos, levanta suspeitas de que ele seja remunerado para realizar atividade tão ignóbil e prejudicial para o oovo.

Ler 58 comentários