O “Centro” de Rodrigo Maia

O Antagonista lembra que, na abertura do Congresso Nacional do PCdoB, na quarta-feira (30), Rodrigo Maia (DEM-RJ) explicou a sua compreensão de “Centro”, termo noticiado neste domingo como novo nome do seu partido:

“O Centro não é ambiente onde se abre mão de ideias e princípios, o Centro é o espaço onde o PCdoB pode dialogar com o DEM, o DEM com o PT. As pessoas que pensam diferente têm capacidade de dialogar, todos queremos tirar o Brasil da crise. Temos que ter capacidade de ouvir mais que falar.”

Na sexta-feira, o Painel da Folha informou que Maia já tem em mãos um vídeo que também esboça qual será o ideário do DEM após a repaginação: justamente uma pregação contra o radicalismo e a polarização, em oposição a nomes como Lula e Bolsonaro.

No Brasil, no entanto, não só pela aversão disseminada pela esquerda ao diálogo com a direita, mas até pela quantidade ínfima de representantes da direita liberal e conservadora na política, o “Centro” costuma pender sempre mais para a esquerda, como o discurso de Maia no congresso comunista.

 

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler 24 comentários
  1. E este é “Rodriguim Maia”, certo, Antagonistas? O cidadão que vocês torceram desesperadamente para virar presidente, mesmo tendo-o denunciado aqui como tendo recebido propina em abril, certo? Isto explica muito, tanto sobre “Rodriguim” quanto sobre vocês…

  2. Eu preferia CENTRAL ou UNIÃO

    Existe um outro nome que serviria tanto para o DEM quanto para o PP

    ORDEM e PROGRESSO

  3. Cheiro de ar podre, velho, encanado em Taquara rachada de bambu: este é o diagnóstico deste NOVO VELHO PARTIDO QUE JOGOU A CHANCE DE OURO PELA SUJEIRA DA CENTRO DE ESQUERDA!
    TRISTE DEM-TRISTE DEM!

  4. Há entre os comentarias um que é muito esperto ou muito desinformado. Antagonizar comunista com nazista? Pra que tipo de leitor é o comentário?

  5. Centro? Tá mais pra centro espírita que convoca os mortos para conversar. Onde já ouvi mesmo isto? Diálogo? Com COMUNISTAS? Não obrigado!!! Podem chamar o msc. A única maneira de tirar o país da crise é expurgar completamente o estado da presença COMUNISTA!

  6. Um partido cujo nome já é politicamente correto NÃO TEM COMO DAR CERTO.
    Conversar com COMUNISTAS??? Então porque não conversar com NAZISTAS cujo regime matou menos que o comunismo?
    Maia não entende que o Brasil quer a DIREITA e OUTSIDER na veia. É a típica mania brasileira de copiar ou falsificar produtos: acham que vão fazer um MACRON tupiniquim? Triste fim do PFL -> DEM -> Centro -> Olho -> Do -> C…

  7. O Bolinha se acha importante, mas é só acabar o seu mandato na presidência da Câmara que ele volta para o anonimato. João Paulo Cunha, Marco Maia, Severino Cavalcanti, Waldir Maranhão..todos eles também se acharam importantes, e hoje falam para as paredes. O sucesso desses caras é como um pum.

  8. “Não se abre mão de ideias ou princípios “!!!!! Em outras palavras, não se divulga qualquer ideia ou posição sobre qualquer assunto! Cabem todos e tudo…talvez devessem chamar o partido de AMEBA!

  9. Paulo Hartung será o candidato a presidente pelo Centro. Maia foi ao ES acertar o passe do Governador. Só pra ter uma ideia do centrismo da nova estrela a se lançado ao Planalto pelo DEM, ele iniciou a carreira no PCB (partido comunista brasileiro), vagou pelo PMDB, PSDB e PSB (partido socialista brasileiro). Atualmente está de saída do PMDB para o DEM (Centro). Resta saber quem será o vice dele, será o Dória ou Caiado?

    1. Seu idiota, Caiado e Dória tem projeção nacional muito maior que a do Hartung! Por que um dos dois se submeteria a isso, quando poderiam facilmente se eleger aos governos de seus respectivos estados ou ter chances realistas de vingarem como cabeça de chapa presidencial???

  10. Vai enganar caraio, pois o contribuinte já está cansado. Aviso para os navegantes da Nova República que possui ou não mandato, podem mudar o nome do partido, o colégio eleitoral e até o próprio nome. Em 2018 haverá um tsunami de renovação no congresso, na presidÊncia, e nos governos estaduais além de uma enxurrada de votos nulos e abstenções, podem aguardar. Estamos com Moro e Bolsonaro…..

  11. Aprovada a cláusula de barreira, haverá um inchaço não só no DEM (ou seja lá que porcaria de nome ou cor). Teremos, ao invés de hum, vários PMDB’s.
    E vc que achava que poderia melhorar . . .

  12. O DEM quer ser o velho PMDB de guerra. Um saco de gatos com coronéis de um lado e revolucionários caviar do outro. Tudo pelo bem do fundo partidário!

  13. Bom sinal de convergência política, chega de radicalismos como PT, PCdoB, PSOL.
    Só falta convidar o Dória pra encabeçar a chapa.

Os comentários para essa notícia foram encerrados.