O ciclismo da corrupção

As ciclovias superfaturadas de Fernando Haddad encontraram um competidor à altura no governo de Geraldo Alckmin.

O MP de São Paulo abriu inquérito para investigar as obras de uma ciclovia provisória construída pelo Metrô. Em média, ela custou 1.258 reais o metro – sete vezes mais do que o gasto pela Prefeitura. Imaginem se fosse permanente.

Pelo jeito, inventamos o ciclismo da corrupção.

Faça o primeiro comentário