O clipping de Aroldo: quase 112 mil reais

O Antagonista conseguiu a cópia do contrato entre o TCU e a empresa encarregada de fazer o clipping com as notícias de interesse para o tribunal — o clipping que censura O Antagonista e toda e qualquer referência aos desmandos de Aroldo Cedraz e sua família.

O serviço contratado entre junho de 2015 e junho de 2016 custará aos cofres públicos quase 112 mil reais.

Aroldo é bom companheiro, ninguém pode negar.

Faça o primeiro comentário