ACESSE

O clube de má fama (e de maus atores) da política

Telegram

Geraldo Alckmin tenta tranquilizar, por meio da imprensa, os seus apoiadores ou eventuais aliados dentro e fora do PSDB.

Lê-se em O Globo que Alckmin está de acordo com Rodrigo Maia, que ontem afirmou que pode haver mais de um candidato de centro ao Planalto.

O tucano também afirmou que estimulou Luciano Huck a entrar na política:

“Eu tenho um grande apreço pelo Democratas, que foi sempre nosso parceiro em São Paulo, tem bons quadros, lideranças jovens importantes, o Rodrigo, o ACM Neto. Respeitamos profundamente o DEM. Vamos deixar as coisas caminharem, o curso natural vai ocorrer. O Brasil ganha com isso. Não devemos inibir novas lideranças. Eu estimulei o quanto pude a entrada do Luciano Huck. Temos que trazer novas lideranças, a política não pode ser um clube de má fama.”

A política não é só um clube de má fama. É também um teatro com maus atores.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 3 comentários