O cofre em outro bunker de Salvador

Na delação em que detalhou a divisão da propina na construção da Torre Pituba, sede da Petrobras em Salvador, o empresário Alexandre Suarez revelou um apartamento que funcionava como bunker da propina distribuída no esquema.

As chaves do imóvel, localizado no edifício Torre de Osaka, no bairro de Brotas, na região central de Salvador, ficavam com o engenheiro Rodrigo Barreto, funcionário da Mendes Pinto Engenharia na capital baiana.

No apartamento, segundo o delator, havia um cofre, onde Barreto guardava os valores para serem entregues, de acordo com a necessidade, para o repasse a dirigentes da Petros, da Petrobras e do PT.

Comentários

  • Ana -

    Cadeia pra eles É por isso que o povo está na miséria

  • ana -

    Eu não estou rindo, não. Fico furiosa. E fico também buscando nos comentários os esquerdalhas que atacam o Presidente. Sumiram!

  • Norberto -

    Escrotidão petista

Ler 21 comentários