O comandante Lula era comandado pela Odebrecht

O relato do Estadão sobre o depoimento de Marcelo Odebrecht cita dois fatos extremamente importantes.

Ele disse que a Odebrecht “detinha forte influência no governo, principalmente depois que o PT chegou ao Palácio do Planalto, em 2003 – ano em que Lula assumiu seu primeiro mandato”.

Ele disse também que a Odebrecht “auxiliou campanhas no exterior nas quais o partido de Lula e Dilma tinha interesse. Esses repasses ocorreram fora do País”.

Marcelo Odebrecht comandava o comandante máximo da ORCRIM, portanto.

E Lula bancou seus comparsas esquerdistas na América Latina e na África, com dinheiro roubado do BNDES.

Faça o primeiro comentário