O conto do vigário petista

Um editorial do Estadão aborda o conto do vigário petista (a expressão é do jornal) de que os seus governos transferiram milhões de brasileiros para a classe média. Leiam um trecho:

“Um estudo recente, feito por economistas da consultoria Tendências, mostra que o País do PT, em que os pobres se transubstanciaram em classe média, só existe na propaganda do partido. Com base nos dados da Receita Federal, a pesquisa indica que a desigualdade de renda no País pode ser muito maior do que a informada pelos dados oficiais: segundo o levantamento, 37,4% da massa da renda nacional está com a faixa mais rica da população, enquanto a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio, do IBGE, estima que esse porcentual seja de 16,7%. Por obra do desgoverno de Dilma, o abismo entre as classes ricas e pobres, que chegou a cair entre 2011 e 2012, voltou a crescer a partir de 2012.”