O “Cristo” de Lula

O Antagonista ouviu de uma fonte da Lava Jato que a imagem do Cristo encontrada no cofre da família Lula no Banco do Brasil é a mesma que ficou pendurada no gabinete presidencial durante seus dois mandatos.

A escultura, porém, não foi roubada. Em 2011, a revista Época esclareceu o episódio, detalhando numa longa reportagem a origem do Cristo. Em resumo, Lula ganhou a peça de um empresário que a havia comprado do bispo Dom Mauro Morelli.

Já a imagem de Itamar sentado na poltrona com o Cristo na parede foi tirada em 2006, quando o ex-presidente esteve no gabinete presidencial.

Lula deverá responder por outros roubos bem maiores, mas o Cristo foi um presente.

Material apreendido em sala-cofre do Banco do Brasil (Foto: Reprodução)

Faça o primeiro comentário