O “decorativo” voltou

Em entrevista no Palácio do Planalto, Michel Temer foi questionado por correspondentes internacionais sobre acusações de que o PMDB recebeu doações ilegais.

“Nunca houve uma coisa que eu pudesse dizer ‘isso veio por fora’. Não é o tradicional ‘eu não sabia’. Não é exatamente isso. É que as doações que vinham entravam oficialmente no partido e saiam oficialmente. Eu não tinha a menor notícia de qualquer gesto de corrupção.”

Temer fez questão de reforçar aos jornalistas que não tinha “participação ativa nas decisões”.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200