O deputado levava o provolone na calça

A assessoria de Celso Jacob procurou O Antagonista para dizer que é incorreta a informação de que o deputado levava um provolone na cueca ao voltar para a Papuda, onde cumpria pena no semiaberto.

“A informação de que foram encontrados biscoito e queijo provolone na cueca do deputado Celso Jacob (MDB-RJ) não procede. Foi encontrado dentro da calça que ele usava no referido dia. Em anexo, o documento do CDP com o relato do agente que abordou o deputado. Não existe sequer a palavra ‘cueca’ no documento”, diz a nota da assessoria.

Provolone na calça, portanto. Não na cueca. Fica o registro.

Temas relacionados:

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 27 comentários
  1. O provolone estava no bolso da calça ou entre a calça e a cuéca? É preciso que se faça uma investigação minuciosa para descobrir o verdadeiro lugar onde o provolone estava, de forma que não haja nenhum pedido de Habeas Corpus depois, no sentido de salvar o meliante da cadeia por falsa informação.

  2. KKK. assessoria ainda se presta a isso. É se rebaixar ao mais ínfimo dos posicionamentos jamais vistos de um assessor parlamentar. KKKK. Deve ser sobrinho do miliante, para querer defender um bandido condenado. kkkkk