O desembarque

Congressistas do PT e do PMDB, segundo a Folha de S. Paulo, “fizeram a mesma avaliação diante da retirada do grau de investimento do Brasil pela S&P. A decisão da agência fará Dilma Rousseff perder o apoio das duas pontas mais refratárias ao impeachment: o empresariado e as classes C e D. O sistema financeiro é, hoje, o principal lastro de Joaquim Levy. No outro extremo, o agravamento do desemprego e da recessão pode levar o eleitorado petista a engrossar as manifestações pelo ‘fora Dilma’”.

Antes de perder apoio do empresariado e das classes C e D, Dilma Rousseff perderá apoio do próprio PMDB.

Faça o primeiro comentário