O Dia D do crédito extra

A sessão na Comissão Mista de Orçamento destinada a votar o projeto que libera crédito extra ao Executivo está marcada para logo mais, às 11h.

Se tudo der certo, o projeto poderá ser votado em definitivo à tarde em sessão do Congresso.

O senador Angelo Coronel, do PSD da Bahia, diz que apresentará voto em separado. De acordo com ele, “o governo não precisa de todo esse dinheiro, já que tem à disposição R$ 102 bilhões oriundos de fontes financeiras, como resultado do Banco Central e retorno de operações do BNDES”.

Comentários

  • Ricardo -

    Antagonistas batam mais no Bolsonaro e no Sérgio Moro que o Lula volta rapidinho. Pela primeira vez eu vejo um povo de olhos abertos e uma imprensa viajando na maionese.

  • Gonçalo -

    Angelo Coronel é só mais um analfabeto funcional eleito e um oportunista de oposição que, quando há interesses em comum se une com o pior da política nacional, o Centrão. É como a união do PC

  • Matheus -

    Olha que lindo, em vez de pagar dívida vai pegar o dinheiro devolvido para pagar essas coisas... Brasil não tem mais jeito mesmo. Quem poder se mude logo.

Ler 9 comentários