“O dinheiro da Petrobras para procuradores”

Gilmar Mendes contesta a possibilidade de a PGR ficar com 20% dos valores devolvidos pelo delator Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras — essa cláusula em questão foi derrubada por Teori Zavascki.

“Daqui a pouco vão inventar qualquer coisa: até pagamento direto a procuradores.”

Faça o primeiro comentário