O dinheiro da Queiroz Galvão

O TCU pediu oficialmente ao STF que não autorize o desbloqueio dos bens da construtora Queiroz Galvão, determinado pelo próprio tribunal de contas.

A alegação do TCU é que, se o desbloqueio sair, existe “risco ao erário, com a possibilidade de a estatal (Petrobras) não ser ressarcida dos prejuízos causados pelas irregularidades reveladas pela Operação Lava Jato”, informa o Estadão.

O objetivo do TCU é evitar que a Queiroz Galvão receba o mesmo benefício concedido à Odebrecht e à OAS pelo ministro Marco Aurélio.

Faça o primeiro comentário