O dossiê do PT contra a Lava Jato

Jaques Wagner recebeu um dossiê contra o juiz Sergio Moro e a Lava Jato.

Os portadores do dossiê, segundo a Veja, foram Tião Viana e Flávio Werneck, presidente do Sindicato dos Policiais Federais do DF.

O Antagonista, desde ontem, está apurando essa trama asquerosa.

Flávio Werneck foi candidato a deputado federal pelo PDT em 2014.

Em 2011, ele ganhou um cargo comissionado na secretaria da Saúde de Agnelo Queiroz, o governador petista do DF acusado de envolvimento com Carlinhos Cachoeira – justamente na área da Saúde.

Um investigador da Lava Jato consultado por O Antagonista disse que Flávio Werneck, como sindicalista, sempre assediou os policiais federais que trabalham na operação.

A Lava Jato chegou ao mandante do Petrolão.

O submundo petista vai fazer de tudo para tentar desacreditá-la. Eu, Diogo, não vou deixar. Você também não vai.

Faça o primeiro comentário