O drible dos senadores petistas na ordem judicial

Telegram

A Folha conta como três senadores lulistas que não faziam parte da Comissão de Direitos Humanos do Senado conseguiram visitar Lula na PF de Curitiba ontem.

Os parlamentares que fora à romaria disseram ter sido surpreendidos com o despacho da juíza Carolina Lebbos que determinou que só membros da comissão poderiam visitar o condenado.

A solução foi uma “troca-relâmpago” de membros da CDH. Lídice da Mata entrou no lugar de Randolfe Rodrigues, Humberto Costa ocupou a vaga de Jorge Viana –que não foi a Curitiba– e José Pimentel substituiu Ângela Portela.

Uma vez pedida a bênção a Lula, todos eles devolveram seus postos na comissão.

Comentários

  • Debora -

    Ora! Ora! Trapaceiros sempre fazendo trapaças. E se dizem "perseguidos".

  • Luiz -

    Uma canalha imunda que burla a lei na maior cara-de-pau. São bandidos perigosos de alta periculosidade.

  • luizs -

    Pisam naquela senhora que segura uma balança em uma das mãos e uma espada na outra, porque temos um stf avacalhado. A estátua dessa senhora deveria ser retirada de frente do prédio desta instituição e levada para um depósito de lixo.

Ler 23 comentários