O editorialista navega

A Folha de S. Paulo se despede de Dilma Rousseff com um de seus mirabolantes paradoxos:

“Ela foi, ao que tudo indica, pessoalmente honesta e refratária ao toma lá dá cá, mas navegou sem remorsos num oceano de corrupção”.

A Folha de S. Paulo navega sem remorsos num oceano de desvarios.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 45 comentários
  1. O desejo do cidadão de bem é ver corrupto de qualquer quadrilha, disfarça de sigla partidária, na cadeia. Não importa o nome e a função que ocupe. E precisa a imprensa parar de chamar bandido condenado de ex. Ex-presidente, ex-ministro, ex-tesoureiro, ex-governador. Não existe essa função. Não importa a operação que vai pegar quem e como, tem que pegar e dar cana dura. Os futuros gestores tem que colocar na cadeia os baderneiros que estão parando o país com o nosso dinheiro. Não adianta dar a notícia e ficar e repetindo que tal lugar ta fechado. Tem que investigar e acompanhar a investigação

  2. há em Ribeirão Preto , uma agência do Banco do Brasil na Av. Prof. João Fiusa. Há comentários de várias pessoas de que o prédio pertence a esse senhor , que recebe R$ 120.000,00 por mês. Gostaria de saber se é verdade mesmo….

  3. É hora da faxina pesada!! Prender todos os envolvidos da lava jato, Zelotes, e afins, e reconstruir o país! Não dá mais!! Vcs viram a repercussão mundial da “lambança” desse infeliz do Maranhão?? Vergonha! Aliás acho que perdi minha brasilidade.. Ando com vergonha de ser brasileira! Providenciarei minha dupla cidadania..

  4. Lembro que na época já fora do governo Palocci adquiriu, numa nebulosa negociação, um apartamento de 1 milhão, quando perguntado ele respondeu que o dinheiro veio dos rendimentos de consultorias que ele fez e que se descobriu depois que uma delas foi a Amil, aí tem….

  5. Pegar Palocci vai ser um “xeque-mate” nos corruptos do PT. Isto porque os dois ex-tesoureiros já foram presos, os dois publicitários, o presidente do partido e diversos outros grandes na hierarquia. É o fim da era de corrupção petista. O grande-finale seria o ex-presidente Lula.

  6. ADPF 407 – ARGÜIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL (Eletrônico) [Ver peças eletrônicas] Origem: DF – DISTRITO FEDERAL Relator atual: MIN. ROBERTO BARROSO REQTE.(S) PARTIDO HUMANISTA DA SOLIDARIEDADE – PHS ADV.(A/S) JEAN CARLOS FERNANDES (73033/MG) E OUTRO(A/S) INTDO.(A/S) PRESIDENTE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS ADV.(A/S) ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO

  7. e o edinho, e a Narizinho??? Quero TODOS implicados, PRESOS. E Dilmanta e Lularápio ? Quem mandou eles não construíem prisões prometidas nas campanhas? Agora, faltarão vagas nos presídios para tantos ladrões!!!!

  8. A Qualicorp comprou a Aliança e,do nada,virou uma potência… http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2015/08/presidente-do-grupo-alianca-deu-r-750-mil-operador-de-pimentel.html

  9. Outro baita iceberg são PLANOS DE SAÚDE – Basta ver o enriquecimento gigantesco de alguns,Qualicorp – amigo /compadre de Lula é o mais visível deles – /AMIL e vários outros caríssimos, enviáveis p/ pessoas de bem.Isso tem que ser revisto, o povo está de olho ha bastante tempo, “jabutis” aos montes foram votados a revelia dos assegurados que pagam a conta desta prática $$$$ – corrupção – rotineira no Congresso Nacional.

  10. Elon Gomes repassou segundo o Ministério Público R$ 750 mil reais nas vésperas das eleições do ano passado para uma empresa de fachada de Bené registrada na cidade de Luziânia (GO) no entorno de Brasília. Na sociedade entre Qualicorp e Aliança, Elon tem o papel de abocanhar contratos nos governos e órgãos públicos usando o nome da empresa Aliança e omitindo a Qualicorp, que vem sendo investigada desde o início do governo Lula. A compra Aliança pela Qualicorp tem como objetivo transformar a empresa em barriga de aluguel.

  11. Esse já devia estar preso desde o mensalão, é que nosso povo é muito banana e aceita tudo que empurram goela abaixo, a confirmação disso é que reelegerão Lula depois do mensalão e continuaram votando no PT e elegendo e reelegendo Dilma, em troca de bolsa voto.