O efeito Calero e o medo da Lava Jato

Em nota, Renan Calheiros afirma que o recesso parlamentar do final do ano pode ser cancelado, para apressar as reformas (e as “reformas”).

É o efeito Calero misturado ao medo da Lava Jato:

“O Presidente Renan Calheiros entende que o momento é de ultrapassar falsas polêmicas e assegurar a união em torno de uma agenda, sob o risco de esgarçamento da crise econômica com imprevisíveis desdobramentos sociais. O Senado Federal tem feito sua parte e permanece à disposição para colaborar, como foi feito em passado recente.”