O efeito deletério da mordaça na Receita

A aprovação da mordaça na Receita, como disse o secretário Marcos Cintra, é bem mais grave que o retorno do Coaf para o Ministério da Economia.

Ela destrói o modelo de força-tarefa, usado internacionalmente e que foi o sucesso da Lava Jato, e praticamente inviabiliza investigações de lavagem de dinheiro. E, para piorar, tem efeito retroativo – o que levaria à anulação de uma série de investigações.

A Receita Federal trabalha com uma coisa chamada “dossiê integrado”, que nada mais é do que o produto refinado da inteligência fiscal. Esse material subsidia MPF e PF nas investigações de lavagem de dinheiro e corrupção.

A Receita Federal é quem melhor investiga lavagem, pois vai na origem. Nenhum outro órgão é capaz de substituí-la.

Comentários

  • Nadir -

    Também tem a questão das ONG, que não querem q ser investigadas pela secretaria do governo como está na reforma administrativa. Não é gostar ou não de Bolsonaro, é uma luta contra os bandi

  • Karmen -

    inacreditável...a gente votou neste embuste deste bolsonaro, que gritou aos quatro ventos acabar com a corrupção....mas depois de vermos que ela existia na casa do proprio...tenta acabar a lava jat

  • Elaine -

    JB deveria pedir aos EUA para processar os CORRUPTOS por crime Internacional de Lavagem de Dinheiro, colocar os nomes na lista da Interpol e bloquear as Contas Internacionais

Ler 101 comentários