O eleitorado internacional

A Justiça Eleitoral lacra hoje as 680 urnas eletrônicas que serão enviadas para quem vota no exterior, registra o G1.

O Itamaraty deve despachá-las na próxima semana por avião, via malote diplomático, para 111 locais de votação, distribuídos em 99 países.

“Na urna ‘internacional’, só há opção para votar para presidente da República. O Brasil tem 500.257 eleitores fora do país. Estados Unidos, Japão e Portugal concentram a maior parte deles.”

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 23 comentários
  1. Chegou a hora: Vamos triplicar os votos para Bolsonaro. Você que apóia o MITO consiga três votos ou mais. Vamos elegê-lo no1º turno. Espalhe essa idéia. Brasil acima de tudo, Deus acima de todos

  2. Os cidadãos tem que exigir ANTES do 1° turno, o ESCLARECIMENTO da tentativa de homicídio contra BOLSONARO por um militante de ESQUERDA. Quase ninguém engoliu a estoria de “LOBO SOLITÁRIO”! #B17

    1. Queitinhos. Eu depois de vinte anos fora do Brasil nesse ano transferi meu titulo para votar em Bolsonaro. Sai do Brasil durante o primeiro mandato de FHC. Portanto o meu voto conta também.