O eleitorado internacional

A Justiça Eleitoral lacra hoje as 680 urnas eletrônicas que serão enviadas para quem vota no exterior, registra o G1.

O Itamaraty deve despachá-las na próxima semana por avião, via malote diplomático, para 111 locais de votação, distribuídos em 99 países.

“Na urna ‘internacional’, só há opção para votar para presidente da República. O Brasil tem 500.257 eleitores fora do país. Estados Unidos, Japão e Portugal concentram a maior parte deles.”

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 27 comentários
  1. Chegou a hora: Vamos triplicar os votos para Bolsonaro. Você que apóia o MITO consiga três votos ou mais. Vamos elegê-lo no1º turno. Espalhe essa idéia. Brasil acima de tudo, Deus acima de todos

  2. Os cidadãos tem que exigir ANTES do 1° turno, o ESCLARECIMENTO da tentativa de homicídio contra BOLSONARO por um militante de ESQUERDA. Quase ninguém engoliu a estoria de “LOBO SOLITÁRIO”! #B17

    1. Brazuca no exterior ta melhor informado sobre a situacao no Brasil q muito brasileiro.Todo o brazuca sonha em voltar para um Brasil melhor sem PT.

    2. Queitinhos. Eu depois de vinte anos fora do Brasil nesse ano transferi meu titulo para votar em Bolsonaro. Sai do Brasil durante o primeiro mandato de FHC. Portanto o meu voto conta também.