O engenheiro da Odebrecht no sítio de Lula

Frederico Barbosa, engenheiro da Odebrecht, confirmou à Folha de S. Paulo que comandou a reforma do sítio de Lula.

Ele disse:

“Eu prestei um serviço para uma empresa contratada pelo proprietário, mas não tem nada a ver com a Odebrecht. Dei algum apoio, mas pouca coisa. Estava de férias, em recesso de final de ano”.

A reportagem perguntou o nome da empresa contratada. Frederico Barbosa enrolou-se todo:

“Era uma empresa, cujo dono se chamava Carlos, eu não me lembro do nome dele”.

A Folha de S. Paulo perguntou-lhe se ele foi contratado e remunerado pelo trabalho. Ele se enrolou mais ainda:

“Não, foi um apoio informal, não tive remuneração”.

O jornal perguntou-lhe se o dono da empresa, Carlos, era seu amigo, considerando que ele aceitou comandar as obras no sítio de Lula durante suas férias e sem ganhar nada.

Frederico Barbosa respondeu:

“Não é amigo de muita relação, mas é uma pessoa próxima”.

Muito próxima. Tanto que ele nem soube dizer seu nome completo.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200