Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

O escambo do Ministério da Defesa bolsonarista

As verbas do programa Calha Norte, sob o comando do general Braga Netto, quase triplicaram para abastecer a base bolsonarista
O escambo do Ministério da Defesa bolsonarista
Foto: Isac Nóbrega/PR

O Ministério da Defesa está usando o dinheiro do programa Calha Norte como moeda de troca para arregimentar aliados de Jair Bolsonaro.

A Crusoé revela mais um desvio da tropa bolsonarista:

“A liberação das verbas segue a mesma lógica do orçamento paralelo. No fim de 2019, atendendo a um pedido do Centrão, Bolsonaro editou um decreto, que passou a vigorar em 2020, ampliando de 5 milhões de reais para 7,5 milhões de reais o teto do valor das emendas parlamentares que podiam ser destinadas por meio do programa. Ainda no ano passado, o Calha Norte começou a ser abastecido com verbas da chamada emenda de relator, o que possibilitou ao governo inflar o caixa do programa e ampliar o seu uso político e eleitoral.

Com essas duas medidas, o orçamento do programa saltou de 203 milhões de reais, em 2019, para 442 milhões de reais, em 2020, e 560 milhões de reais, em 2021. Para se ter uma ideia do impacto da mudança, mais da metade dos recursos orçados para este ano, um total de 350 milhões de reais, tem como origem a emenda de relator. O incremento no caixa coincide com o momento em que o governo deixa de lado as obras de infraestrutura, por meio do programa, e começa a injetar os recursos em obras com viés eleitoreiro, como construção de praças e arquibancadas de campos de futebol, além de pavimentação e iluminação de ruas.”

Assine a Crusoé e leia a reportagem completa aqui, com o nome, o sobrenome e a patente dos beneficiários de mais essa porcaria.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO