O esperado é inesperado

Lauro Jardim noticia que “Clovis Torres acaba de renunciar à presidência do conselho da BR Distribuidora e ao posto de conselheiro suplente da Petrobras.” Já era esperado porque Torres é braço-direito de Murilo Ferreira na Vale.

O problema é que na Petrobras, hoje, mesmo o esperado é inesperado.