ACESSE

O estrago de Mourão e Guedes

Telegram

Analistas consultados por O Antagonista avaliam que a estagnação das intenções de voto em Jair Bolsonaro, indicada pelo Ibope, seria também resultado das “trapalhadas” do economista Paulo Guedes e do general Mourão.

Na ausência de Bolsonaro, a dupla andou falando demais.

Ao defender a reforma tributária, por exemplo, Guedes falou que gostaria de relançar uma espécie de CPMF. Embora seu projeto seja substituir vários tributos por um imposto único sobre transações financeiras, a imprensa e os concorrentes de Bolsonaro exploraram o tema que apavora o contribuinte.

Da mesma forma, Mourão deu margem a críticas ao comentar que famílias desestruturadas – só com mães e avós – geram jovens desajustados, vulneráveis à cooptação pelo crime organizado. Falar a verdade nua e crua quase sempre prejudica numa eleição.

1ª Batalha Dos Militares no Novo Governo. MAIS AQUI

Comentários

  • Luiz -

    O problema é que não se trata de verdade "nua e crua" a afirmação de que jovens desajustados são fruto de famílias não convencionais. Lamentável que se acredite nisso depois de 150 anos de p

  • Renato -

    Engraçado... se este é o motivo por que só o Hadadd subiu??? Heheheheh patetasgonistas!!!

  • Adolfo -

    Como se tivessem falado alguma besteira... O sistema resiste, mas vamos chegar lá!

Ler 381 comentários