“O filme é independente”

A senadores que já questionaram quem está bancando o filminho do impeachment, assessores das duas diretoras, Maria Augusta Ramos e Petra Costa, responderam que se trata de “um filme independente, com investimento todo por conta das próprias diretoras”.

E acrescentaram: “Não há financiamento partidário”.

Ainda segundo a turminha, “o projeto visa a cobertura dos acontecimentos políticos e do processo de impeachment em Brasília”.

Essa, porém, não é a única versão. Já chegaram a dizer que seria um documentário com base “na participação das mulheres na política”.

O Antagonista soube, por exemplo, que um senador foi abordado para gravar entrevista sobre “reforma agrária” e, no meio da conversa, o impeachment entrou na pauta.

Faça o primeiro comentário