"O galardão do combate à corrupção continua com Moro"

“O galardão do combate à corrupção continua com Moro”
Foto: Adriano Machado/Crusoé

“O caso da soltura do traficante André do Rap pelo ministro Marco Aurélio Mello reacendeu um debate sobre segurança pública que estava adormecido desde que o presidente Bolsonaro livrou-se de Sergio Moro para adotar posição de leniência no combate ao crime organizado”, diz Merval Pereira.

“Seu grande fantasma político, o ex-ministro Sergio Moro, ressuscitou no debate provocado pelo caso, lembrando que pediu por escrito ao presidente Bolsonaro que vetasse tal artigo. O galardão do combate à corrupção continua com Moro, e é o ponto fraco de Bolsonaro no momento.”

Leia mais: O fim do "Jardim do Éden" no STF: vai ficar mais difícil para os réus da Lava Jato
Mais notícias
TOPO