O gargalo está nos respiradores: dá tempo de agir, governadores e presidente

O Antagonista ouviu de lideranças partidárias que a preocupação de prefeitos país afora, neste momento, continua sendo em garantir o maior número de respiradores o mais rápido possível.

Algumas Prefeituras dizem que até darão conta de atender a esperada demanda por leitos, mas o problema está, de fato, na falta de respiradores, que garantem a ventilação pulmonar nos casos mais graves do novo coronavírus.

As autoridades locais de saúde foram alertadas pelo Ministério da Saúde para a alta probabilidade de pico de contágio da Covid-19 daqui entre 15 e 20 dias.

Leia também: Coronavírus: como sairemos do confinamento?

Se governadores e Planalto pararem um pouco com o embate político completamente fora de hora, dá para pedir o apoio da iniciativa privada e planejar a distribuição dos equipamentos pelas cidades a tempo de salvar vidas.

Comentários

  • gun -

    Governadores faliram os estados e o goberno federal ainda tem que socorre-los com nossa grana. Cortem despesas com o funcionalismo.

  • JUSCEMBERGUE -

    A imprensa tem esse dever de ser luz n escuridão. E não parte das trevas, mostrar a femos condição de enfrentar esse inimigos com união e aportar o foco para o nescessário.

  • Esther -

    Mandem o Dória, o Maia e o Toffoli se virarem nos 30. Não são eles que agem como se presidentes fossem? Pois então,que providenciem tudo sem diálogo c/ o PR que só fazem desrespeitar e instaurem

Ler 78 comentários