O golpe do pré-sal

Para escapar da cadeia, os petistas passaram a argumentar que a Lava Jato foi criada por colossos estrangeiros para tomar o pré-sal.

Lula, em encontro com partidos e movimentos de esquerda, estendeu o argumento para toda a América Latina.

Estadão:

“Lula sugeriu a existência de influências externas para o fato de os partidos e candidatos esquerdistas terem sido repudiados nas urnas no mês passado: ‘Tem muita coisa que está acontecendo que não é da cabeça do Temer nem do Eduardo Cunha. Tem muito mais cabeças se metendo, como se meteram na Argentina, Uruguai, Bolívia’”.

O editorial do jornal mostra que essas mentiras servem apenas para preparar a fuga de Lula:

“Lula até topa virar mártir, desde que confortavelmente instalado em algum aprazível recanto do mundo, do qual possa se deslocar para atender, a bom preço, a governos e instituições que se interessem por detalhes de como acabou com a fome e a pobreza no Brasil. Quem quiser que acredite. Porque o que Lula está armando mesmo é um golpe para chamar de seu”.

Faça o primeiro comentário