ACESSE

"O governo foi pressionado pelo Parlamento e não teve opção"

Telegram

Na Comissão Mista do Orçamento (CMO), a deputada Soraya Manato (PSL) disse ser a favor da retirada de pauta do PLN 4, que trata da divisão de R$ 30 bilhões do orçamento.

“O governo foi pressionado pelo Parlamento e não teve opção, então, enviou os PLNs, para garantir que pelo menos uma parte do orçamento ficasse sob a responsabilidade do Executivo.”

Ela defendeu que as emendas não podem ficar concentradas no relator.

“O processo precisa ser mais democrático. O relator não foi eleito pelo Congresso para definir a destinação dos recursos.”

Na semana passada, o governo enviou três PLNs ao Congresso como parte do acordo para a manutenção de vetos à lei orçamentária.

Leia também: Por que o Congresso pode barrar o corte nos gastos públicos?

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 9 comentários