ACESSE

O grito de Flávio Bolsonaro contra a Lava Toga

Telegram

Flávio Bolsonaro telefonou aos berros para a senadora Selma Arruda, a Juíza Selma, a fim de que ela retirasse sua assinatura da CPI da Lava Toga.

Em entrevista à Folha de S. Paulo, ela respondeu o seguinte:

“O senador Flávio chegou a pedir à sra. que retirasse a assinatura? 

Chegou.

Como foi esta conversa? 

Não vou te contar detalhes.

Por quê? 

Porque é melhor não. Mas pediu. Davi Alcolumbre pediu também.

O Flávio falou como colega da sra. ou como filho do presidente da República?

Não dá para dissociar. Ele estava um pouco chateado. Alguém disse para ele que nós tínhamos assinado uma CPI que iria prejudicar ele e ele falou comigo meio chateado, num tom meio estranho. Eu me recuso a ouvir grito, então, desliguei o telefone.

Atacar o Supremo não coloca a democracia em risco? 

Não é atacar o Supremo. É investigar um ministro.”

Exclusivo: 3 semanas antes de Toffoli travar investigações baseadas em dados do Coaf e da Receita, o Fisco pediu explicações a empresas que contrataram os serviços do escritório da mulher dele. LEIA AQUI

Comentários

  • Elisabete -

    O presidiário deve estar feliz vendo o Brasil afundando.

  • Luiz -

    Se estamos numa democracia qual o problema de seguir com a investigação??

  • Sérgio -

    É assim é o parlamento! Quem não se dobra é dobrado........

Ler 106 comentários