O grito de liberdade de Temer

Michel Temer declarou publicamente hoje que o PMDB terá candidato próprio em 2018 e que vai garantir a governabilidade do País até lá. Com ou sem Dilma.

“Eu asseguro: em 2018 nós vamos ter um candidato à presidência da República. Nós vamos lançá-lo em 2018 e vamos assegurar a governabilidade do país nesse período.”

Há muito tempo que parte do PMDB – a parte que apoia Temer – concluiu que a legenda deve assumir o poder.

Faça o primeiro comentário