ACESSE

"O ideal é uma medida conciliadora", diz senador, sobre MP que autoriza Weintraub a escolher reitores

Telegram

O senador Dário Berger, presidente da Comissão de Educação do Senado, também reagiu à Medida Provisória 979, editada nesta semana por Jair Bolsonaro, como noticiamos, que autoriza Abraham Weintraub a escolher reitores e vice-reitores temporários para as universidades federais durante a pandemia de Covid-19.

Berger enviou a seguinte mensagem a O Antagonista:

“A MP 979 não é a iniciativa mais adequada. O ideal nesse período é uma medida conciliadora. Penso que o ideal seria respeitar o princípio democrático. Seria ótimo se o Ministério da Educação estivesse disposto a realizar uma consulta aos conselhos superiores de cada instituição federal de educação, solicitando uma lista tríplice, levando em consideração os aspectos de capacidade e o caráter técnico dos professores.”

O senador acrescentou:

“Assim, cada conselho indicaria uma lista com três nomes e o MEC faria a nomeação pelo período determinado. Dessa forma, a autonomia universitária ficaria preservada, o que é um fator extremamente relevante para as instituições de ensino superior do Brasil.”

Leia mais reações à MP aqui.

Plenário do Senado Federal durante sessão não deliberativa. Em discurso, à tribuna, senador Dário Berger (MDB-SC). Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Leia mais: Os atravessadores que ganham com a pandemia

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 13 comentários