O “imbecil” é malandro

Delcídio Amaral foi tratado por Lula como “um imbecil”, mas seu primeiro depoimento à Lava Jato mostrou que ele tem alguns cartuchos para queimar.

Além de jogar Nestor Cerveró no colo de Dilma Rousseff, afirmando que foi dela a decisão de nomeá-lo para a Petrobras, Delcídio Amaral deu a entender que ninguém estará a salvo enquanto não o tirarem da cadeia.

Os agentes da PF perguntaram por que, segundo ele, Michel Temer estaria preocupado com Jorge Zelada.

Ele respondeu que preferia “não responder a tal indagação”.