O impeachment esquenta

Romero Jucá, articulador do acordo entre Michel Temer e Renan Calheiros, disse ao Estadão que o impeachment não morreu:

“Em política nada está morto. Em política cada dia é uma conjuntura diferente. Impeachment é consequência de uma conjuntura. Às vezes esquenta, às vezes esfria”.

Bem, a entrevista de Romero Jucá voltou a esquentá-lo.

Faça o primeiro comentário