O índice de criminalidade da Câmara dos Deputados

O G1 fez um levantamento esclarecedor sobre a Câmara dos Deputados que iniciou os trabalhos ontem, elegendo Eduardo Cunha, do PMDB, presidente da Casa. Dos 513 deputados, o G1 constatou que 39 deles respondem a processo criminal. Os partidos com maior número de parlamentares encrencados são:
PMDB: 9, de uma bancada de 66
PP: 5, de uma bancada de 37
PR: 4, de uma bancada de 34
PSD: 3, de uma bancada de 36
PSB: 3, de uma bancada 34
O PT, com bancada de 70, tem 1, assim como o PSDB, com bancada de 54
Os delitos mais comuns são:
Compra de votos: 8
Formação de quadrilha: 5
Peculato: 5
Captação e gasto eleitoral abusivo: 4
Burla de licitações: 3
Abuso de poder econômico: 3
Desvio de verba: 3
Lavagem de dinheiro: 3
Crime de responsabilidade: 3
Antevemos o aumento substancial do número de deputados enrolados no código penal, depois da divulgação dos nomes dos políticos citados pelos delatores da Operação Lava Jato.

Chegarão mais deputados,
precisamos abrir espaço

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200