ACESSE

O inferno são as "prisões desnecessárias"

Telegram

Gilmar Mendes soltou mais um: preso preventivamente, Celso Luiz Tenório Brandão, ex-prefeito de Canapi (AL), denunciado por organização criminosa, peculato e lavagem de dinheiro, recebeu o benefício do habeas corpus.

Na decisão, Gilmar atacou os “abusos relativos a decretações de prisões desnecessárias”.

O TRF-5 e o STJ já haviam negado o pedido de habeas corpus, informa o Estadão.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 102 comentários