O interesse público de desperdiçar o nosso dinheiro

Ao voltar atrás na decisão de impugnar a transferência do dinheiro da repatriação para os municípios ainda em 2016, Raimundo Carreiro se mostrou, digamos, sensível ao argumento da AGU.

A AGU afirmou que, caso o dinheiro não fosse transferido, a União teria de arcar com uma despesa adicional de 100 milhões de reais, o que representaria “grave lesão à ordem administrativa e econômica” e ao “interesse público”.

O interesse público e notório de maus administradores que desperdiçam o dinheiro dos pagadores de impostos. Na melhor das hipóteses.

Faça o primeiro comentário