O Itaú vai perder dinheiro

Depois de queimar Michel Temer, Dilma Rousseff vai queimar Joaquim Levy.

A Folha de S. Paulo informa que, “na avaliação do PT e do Palácio do Planalto, Levy está ‘esticando a corda’ e prejudicando o esforço do Executivo de recuperar alguma estabilidade no Congresso. Muitos afirmam que o ministro gera o desgaste, mas, depois, é obrigado pelas circunstâncias a recuar, arranhando sua credibilidade”.

Considerando o que ocorreu hoje na bolsa de valores de Xangai, talvez não seja o dia mais oportuno para queimar Joaquim Levy.

Desse jeito, nem Roberto Setubal vai festejar a sabedoria de Dilma Rousseff.

Faça o primeiro comentário