ACESSE

O JOGO BAIXO PARA TENTAR SALVAR LULA

Telegram

Desesperado com a iminente condenação de Lula, o PT apela para ataques baixos. O novo alvo da horda petista é a chefe de gabinete do presidente do TRF-4, o desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores.

Daniela Tagliari Kreling Lau assinou uma petição online que exige a prisão de Lula e agora é acusada de militar no tribunal, sendo capaz de influenciar os desembargadores da oitava turma que julgarão o ex-presidente.

É um disparate. Além de servidora concursada do tribunal há 24 anos, Daniela é formada em administração e não atua em questões judiciais. Antes de virar chefe de gabinete de Flores, ela comandava o cerimonial daquela Corte.

O Antagonista apurou, aliás, que Thompson Flores entendeu que a servidora, ao assinar petição pela prisão de Lula, exerce seu direito de se manifestar como cidadã, em caráter particular. Daniela também pediu o impeachment de Gilmar Mendes.

Bolsonaro conseguirá 'despetizar' a máquina pública? SAIBA MAIS AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 276 comentários