O julgamento da presidente do PT

As duas primeiras ações penais da Lava Jato serão julgadas pelo STF entre o final de novembro e o início de janeiro, informa a coluna de Lauro Jardim.

Uma têm como réu o deputado do PP Neuson Meurer. Outra envolve Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann.

Por enquanto, a presidente do PT, ré por corrupção e lavagem de dinheiro, não parece preocupada. Vai passar este fim de semana em Portugal.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

Ler mais 41 comentários
  1. PCP convoca Gleisi Hoffmann para as eleições autárquicas que acontecerão em Portugal a 1 de outubro próximo. Segundo a alta cúpula do partido a presença da senadora brasileira é imprescindível. Pelo que se comenta, Gleisi faz uma ‘boca de urna’ fenomenal.

  2. Acho que a ‘narizinho’ vai aproveitar a esticadinha às terras lusas para dar uma ‘fornicadazinha’… Mas com o Bernardão, seu marido, claro… e de quebra, inspecionar uns negocitos!… Estás com inveja tarado? Então beba menos e ‘fornique’ mais!… rsrs

    1. Sim, enquanto o corno manso fica em Curitiba…
      a Gleisi está livre, leve e solta
      e ainda esta acompanhada de dois. Será que vai rolar a três? e onde esta o Romano?
      ahhh lembrei está preso né.

  3. Sem intervenção militar o futuro do Brasil é ser comunista, mesmo que hoje disfarçado de Democracia o Estado está cada vez mais com o controle sobre o povo. Pode mudar o partido que governa, mas o sistema comuna globalizado continua usurpando o povo.

  4. Enquanto esteve na caravana de Lula, rodando pelo nordeste, Gleisi Hoffmann deixava sua bolsa com dinheiro, celular, jóias, documentos, cartões de crédito jogada em qualquer banco do busão e petista nenhum a roubou. Acontece que a bandidagem tá cansada de saber, no Brasil só ladrão de ‘galinha’ é que vai pra cadeia!

  5. Sabe o que é mais indignante? O “m” desse Paulo Bernardo roubou e acabou com a vida de muitos aposentados e nada mais nada mesmo vai acontecer. Para minha surpresa tornei-me a favor da pena de morte