O “kit” de Gilbertinho

Como mostramos mais cedo, e-mails apreendidos pela Polícia Federal revelam que Gilberto Carvalho teria recebido um suposto “kit” das consultorias que fizeram lobby pela aprovação das MPs. A PF questionou os lobistas presos para saber exatamente o conteúdo do “kit”.

Fontes da investigação confirmaram que se trata de uma espécie de “memorial” das ações dos lobistas para a aprovação de benefícios fiscais para a indústria automotiva, algo parecido com o que a Odebrecht fazia antes das viagens de Lula e Dilma, quando queria algum favor em relação a seus empreendimentos no exterior.